sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Mais um bicho-preguiça resgatado na área urbana.

Ação cidadã, une as pessoas na proteção da Natureza. Considerados animais que são indicadores de qualidade de nosso bioma, as preguiças, estão em uma fase agitada  o que exige por vezes,  a intervenção coordenada daqueles que amam a natureza. 
Acionados pela Secretaria de Defesa da Prefeitura de Guararema, nós da Guaranature, fomos pelo segundo dia em seguido ajudar no resgate de uma Bradypus variegatus, um bicho-preguiça que  se encontrava em situação de risco por estar tentando uma passagem de área usando os cabos de 13800 volts!
Chegando lá o trânsito já estava devidamente sinalizado, o Guararemense, Sr.Laudenir, já tinha entrado em conta to com a PM-Ambiental que estava à caminho e um caminhão da prefeitura com cesto elevador já estava se posicionando Tínhamos pouco tempo para agir, pois o bicho-preguiça havia alcançado uma árvore próxima à rede o que nos dava pouco tempo!
Com luvas, um pano para diminuir o estresse do animal, fomos elevados até o meio dos galhos e pegando a preguiça pelas escápulas, de costas para a gente, com dificuldade conseguimos retirá-la da árvore. Há que se destacar a habilidade do motorista do caminhão que conduziu o cesto por entre fios e galhos, garantindo nossa segurança.
Descemos o animal e já com a presença do 2ºSgt PM-Soares e do soldaddo PM-Cardoso que pertencem ao 1º Batalhão de Polícia ambiental/ 5ªCia Polícia Ambiental/ 2ºPelotão, nos acompanharam e orientaram na soltura técnica do animal, e junto de nosso amigos Alexandre e Luciano partimos para a área que tanto o animal insistia alcançar, mesmo arriscando a vida!
Acontece que quando se resgata uma preguiça, um erro comum é deslocá-la muito da área onde foi encontrada, se o animal não estiver ferido ou debilitado, devemos deixá-la em segurança próxima a área de ocorrência, ela executa voltas que podem levar até um ano para chegar ao mesmo ponto.
Próxima à rede de 13800volts.

Subida usando caminhão de Prefeitura de Guararema.

Combinando a soltura correta.

Sargento Soares, localiza a árvore certa.

Alexandre, dá um tchau ao novo amigo.

2º Sargento Soares e soldado Cardoso acompanham a subida.

Final feliz para a Bradypus variegatus.
O fato é que este inofensivo animal está salvo, em uma ação conjunta de cidadãos que nós da Guaranature- Olhos da Natureza, nos orgulhamos de conhecer, parabéns à todos!

5 comentários:

  1. Marcos Antonio Correa18 de novembro de 2011 07:52

    Exemplar atitude. Parabéns à todos.

    ResponderExcluir
  2. Hoje por volta das 19:00 chegando em Jarinu-SP me deparo com essa preciosidade bem em frente a minha chácara,sem telefone,nem internet,sem saber o que fazer,perguntei para alguns "locais" se eles tinham telefone do Ibama ou algo parecido,eles disseram que já contataram até a Policia e ninguém foi resgatar o bichinho,o problema é que quando achei,ele estava no chão(oq ue não fazem com frequência) e logo subiu uma arvorezinha,que é muito baixa para protege-lo,lá tem mutos cachorros soltos pela rua e a arvore fica encostada numa tela com arame farpado,até tentamos tira-lo de lá e colocar numa arvore bem alta dentro da minha chácara onde não tem humanos e nem cachorros até o momento,mas ele não soltava de jeito nenhum dos galhos e com medo de estressa-lo não insisti,cheguei em São Paulo a pouco e enviei um email para a Policia Ambiental de São Paulo,é o que consigo fazer a essas horas,veremos amanhã,mas se alguém tiver uma solução rápida,me ajude a ajudar essa coisa linda!!

    ResponderExcluir
  3. Hoje por volta das 19:00 chegando em Jarinu-SP me deparo com essa preciosidade bem em frente a minha chácara,sem telefone,nem internet,sem saber o que fazer,perguntei para alguns "locais" se eles tinham telefone do Ibama ou algo parecido,eles disseram que já contataram até a Policia e ninguém foi resgatar o bichinho,o problema é que quando achei,ele estava no chão(oq ue não fazem com frequência) e logo subiu uma arvorezinha,que é muito baixa para protege-lo,lá tem mutos cachorros soltos pela rua e a arvore fica encostada numa tela com arame farpado,até tentamos tira-lo de lá e colocar numa arvore bem alta dentro da minha chácara onde não tem humanos e nem cachorros até o momento,mas ele não soltava de jeito nenhum dos galhos e com medo de estressa-lo não insisti,cheguei em São Paulo a pouco e enviei um email para a Policia Ambiental de São Paulo,é o que consigo fazer a essas horas,veremos amanhã,mas se alguém tiver uma solução rápida,me ajude a ajudar essa coisa linda!!

    ResponderExcluir
  4. Hoje por volta das 19:00 chegando em Jarinu-SP me deparo com essa preciosidade bem em frente a minha chácara,sem telefone,nem internet,sem saber o que fazer,perguntei para alguns "locais" se eles tinham telefone do Ibama ou algo parecido,eles disseram que já contataram até a Policia e ninguém foi resgatar o bichinho,o problema é que quando achei,ele estava no chão(oq ue não fazem com frequência) e logo subiu uma arvorezinha,que é muito baixa para protege-lo,lá tem mutos cachorros soltos pela rua e a arvore fica encostada numa tela com arame farpado,até tentamos tira-lo de lá e colocar numa arvore bem alta dentro da minha chácara onde não tem humanos e nem cachorros até o momento,mas ele não soltava de jeito nenhum dos galhos e com medo de estressa-lo não insisti,cheguei em São Paulo a pouco e enviei um email para a Policia Ambiental de São Paulo,é o que consigo fazer a essas horas,veremos amanhã,mas se alguém tiver uma solução rápida,me ajude a ajudar essa coisa linda!!

    ResponderExcluir
  5. Hoje por volta das 19:00 chegando em Jarinu-SP me deparo com essa preciosidade bem em frente a minha chácara,sem telefone,nem internet,sem saber o que fazer,perguntei para alguns "locais" se eles tinham telefone do Ibama ou algo parecido,eles disseram que já contataram até a Policia e ninguém foi resgatar o bichinho,o problema é que quando achei,ele estava no chão(oq ue não fazem com frequência) e logo subiu uma arvorezinha,que é muito baixa para protege-lo,lá tem mutos cachorros soltos pela rua e a arvore fica encostada numa tela com arame farpado,até tentamos tira-lo de lá e colocar numa arvore bem alta dentro da minha chácara onde não tem humanos e nem cachorros até o momento,mas ele não soltava de jeito nenhum dos galhos e com medo de estressa-lo não insisti,cheguei em São Paulo a pouco e enviei um email para a Policia Ambiental de São Paulo,é o que consigo fazer a essas horas,veremos amanhã,mas se alguém tiver uma solução rápida,me ajude a ajudar essa coisa linda!!

    ResponderExcluir