domingo, 23 de maio de 2010

Isabel,Lethicia e Ricardo, sejam bem-vindos!

Lethicia, com sua mente brilhante e inquieta, faz uma pergunta que nós seríamos pretensiosos se dissessemos que temos a resposta exata. Podemos refletir juntos, como educadores já trabalhamos as questões ambientais no dia-a-dia da sala de aula, o que desperta grande interesse nas crianças e já adolescentes. Na nossa infância era comum vermos crianças com estilingues, arapucas e o desperdício de recursos era minimamente abordado. Como pais, mais do que pensar que filhos deixaremos, devemos ter a coragem de nos perguntar, que pais somos, que exemplos damos, e fazer o que é certo!
Posted by Picasa

Um comentário:

  1. Denise Grangeiro28 de maio de 2010 17:53

    Eu tive um exemplo do que a persistência e o exemplo podem fazer: procurei sempre demonstrar aos meus filhos que cada um pode fazer um pouquinho pela natureza, e o simples fato de não jogar ao papel de bala na rua já é louvável.Vinte anos depois tive como recompensa uma filha bióloga e um filho engenheiro ambiental, super conscientes e até mais engajados que eu. UFA! Valeu a pena o pouquinho que ensinei.

    ResponderExcluir