segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O Junco e a Taboa...

Este capinzinho, fino em primeiro plano é o Junco, atrás está a Taboa, estas duas plantas foram muito usadas pelos artesãos de nossa região, infelizmente hoje, não só estão sumindo, como também está se perdendo a tradição do artesanato. As antigas gerações, sem o material, não conseguem ensinar aos mais jovens, como trabalhá-lo e criar tapetes, cestos e etc. Não são estes artesãos, os responsáveis pelo sumiço destas plantas e sim a ocupação desordenada das áreas onde ocorriam.
Biritiba Mirim, dá um show em preservação ambiental, parabéns ao povo dessa cidade!
Posted by Picasa

Um comentário:

  1. o junco eu até acho bonito e util pq aqui na bahia no litoral norte existe uma grande area de restinga e lagoas e eu percebi que o junco deixa a lagoa cheia por muito tempo e as garças só pescam em areas com essas plantinhas e tbm quando passa a noite onde tiver o junco se ouve várias pererecas cantando principalmente a perereca da taboa (Dendropsophus sanborni),mas a taboa eu já ñ aceito e nem minha tia e minha mãe pq quando chega o verão ela seca e solta as sementes e suja a casa toda pq gruda em quase tudo e é dificil de limpar,em monte gordo (proximo a guarajuba) onde fica a casa de praia de meu tio onde todo final de semana nós vamos,logo na entrada tem uma restinga envolvendo uma duna umas ilhas de floresta de restinga e uma lagoa onde a taboa tá começando a crecer por lá e a vegetação hidrofila comum das lagoas dessa região é o junco,a ninféia e o aguapé e nessa região a taboa é considerada uma praga,eu não aceito essa reputação,mas eu ñ gosto da exceção dela pq ela tem praticamente a mesma função do junco.

    ResponderExcluir